fbpx
Procurar
Close this search box.

Alimentação saudável-3 dicas contra compulsão

Untitled design (41)

Umas das questões que mais me questionam é como organizar a alimentação de forma a não haver compulsão ao final do dia (ou ao fim de semana)? Chegar a casa após um dia de trabalho, assim como aproveitar o fim de semana para relaxar pode levar a uma «descarga na comida». Atira-se todo o stress para a comida, ficamos a rebolar e sentimo-nos imensamente culpadas. Mas será que não há nada no nosso dia a dia que possamos fazer para travar isto? É isso mesmo que vamos descobrir.

Alimentação saudável – será que é possível?

Antes de mais, quero esclarecer que é muito comum confundir uma compulsão por motivos biológicos (precisar de comer), com uma compulsão do foro emocional. Este é o primeiro ponto que precisa ser esclarecido. Se uma pessoa está de dieta, ou come de forma muito controlada e chega a casa ao final do dia e come imenso, mesmo que haja emoção envolvida nesse acto de comer, o mais provável é que o corpo está privado de nutrição. Para combater esta carência, a mente vai dar fortes impulsos para tu comeres, sendo assim difícil de parar.

Pensa assim: comer é uma necessidade básica, como fazer xixi. Se tentas evitar fazer xixi fora de casa – por exemplo -, quando finalmente chegas a casa vais estar muito «apertadinha». O mesmo acontece com a fome, que é uma necessidade básica também. Ou seja, esse descontrolo não é culpa tua. É o teu corpo a defender-se para o teu bem-estar.

Para te ajudar a compreender a diferença entre estas duas razões da compulsão, podes ver este meu artigo.

3 dicas para uma alimentação saudável

Posto isto, vamos entender o que realmente funciona para garantires que não comes de forma compulsiva.

Nutrir o corpo de forma adequada

Quero com isto dizer que tens de comer de forma adequada e consistente. Caso isto não aconteça, é normal que o corpo mande fortes impulsos para comer e que seja difícil de parar mesmo quando já estás satifeita. Garante que tens sempre acesso a algum snack que te dá prazer.

Não cortes os hidratos de carbono

Não é por acaso que a maioria dos descontrolos acontecem com hidratos de carbono. Existe uma razão biológica para isso.

Vamos falar de neutrotransmissores, mais precisamente do Neuropepetídeo Y (NPY). Ele está presente em várias funções importantes no funcionamento do nosso corpo, e uma deles é aumentar o nosso desejo por hidratos de carbono. Quando o corpo está com pouca energia (o que acontece quando estamos a sofrer uma restrição alimentar), o NPY aumenta o desejo de comer hidratos. Fazer jejum ou passar fome aceleram os NPY, fazendo com que a vontade aumente também. A culpa não é dos hidratos, a culpa é de quem te fez acreditar que eles fazem mal, ao ponto de não os conseguires comer de forma equilibrada.

Utiliza a Nutrição Gentil

Nutrição Gentil (NG) é a abordagem à nutrição que a Alimentação Intuitiva faz. Não só considera nutrição, como também respeita os teus gostos, as tuas experiências, o momento em si… A NG é o que te faz decidires não comeres a pizza no teu intervalo de 15minutos do trabalho. Não porque te sentes culpada, mas porque:

  1. sabes que não vais ter tempo para apreciar a pizza
  2. vais compreender que mais vale comer a pizza no fim de semana, por exemplo, onde vais ter mais condições para apreciar a refeição com calma
  3. vais ter em consideração que em 15minutos não dá nem para pensar no que comer, nem para o saborear. Portanto o ênfase da refeição vai naturalmente ser fornecer nutrientes ao corpo para conseguires ter uma tarde produtiva e com energia. Vais identificar o que te vai servir para aquele momento em particular, e deixar as comidas mais «especiais» para momentos que lhes façam justiça!

Por exemplo, eu tinha uma cliente que era «perdida» por bolachas milka (aquelas grandes cobertas de chocolate). Ao trabalharmos juntas, ela conseguiu ter essas bolachas em casa – e até se esquecer delas!nSó as comia quando realmente apetecia e tinha condições para as saborear. Não as deixou de ter casa nem as devorava. Curou a relação com elas!

Um exemplo pessoal: eu já sabia que comer alimentos ricos em açúcar cria um pico de insulina no sangue. Isso faria com que tivesse mais fome quando o pico passasse. Mas foi a NG que me mostrou que essas comidas muitas vezes deixam em trago doce na boca, quase que fico a salivar, e dá-me logo vontade de beber água e de comer mais. Mesmo que não soubesse do efeito do açúcar no apetite, o meu corpo já me daria esses sinais! E toma em atenção que esta é a minha experiência, não quer dizer que sintas o mesmo!

Eis alguns snacks utilizando a NG que te vão manter saciada e sastifeita:

  • fruta + frutos secos. A fonte de gordura vinda dos frutos secos não deixa haver um pico de insulina. E esta atrasa o processo de digestão, ficando mais saciada durante mais tempo)
  • iogurte com topping: para mim os iogurtes proteicos são os que me trazem mais saciedade
  • wrap com salmão fumado, espinafre cru e queijo creme: podes fazer em casa. É super rápido, simples e serve como um bom snack, ideal para quando vais passar muitas horas sem comer.

É importante garantir que já fizeste as pazes com a comida, senão vai haver uma tendência para criares regras alimentares, em vez de escutares e respeitares o teu corpo.

Alimentação saudável e sem compulsão: um resumo

Vamos então às ideias principais.

Antes de falar do que comer ou não comer, é preciso compreender se astuas compulsões são de origem emocional ou não.

É essencial garantir que estás a dar nutrientes e energia de forma adequada e consistente ao corpo. Se tens medo ou receio de fazer isto, tens que começar um processo de te libertares das tuas crenças alimentares.

Calorias e nutrientes não são os únicos com um papel a jogar no nosso apetite: garante que não cortas os hidratos de carbono.

Compreende melhor o que é a Nutrição Gentil, e como a aplicares no teu dia a dia.

Se ficaste com alguma dúvida, podes deixar um comentário abaixo.

POSTS RELACIONADOS

Castanhas Portuguesas: As Delícias Nutricionais

As castanhas são das iguarias que mais gosto. São extremamente versáteis (podem ser assadas, cozidas, no forno, ou na airfryer). Embora pequenas, estão cheias de

Comer saudável no shopping – o teu guia

Comer no shopping pode ser uma experiência deliciosa, mas frequentemente coloca desafios para aqueles que desejam manter uma abordagem saudável e intuitiva à alimentação. Como

13 Razões para sentires fome constantemente

Sentes fome constantemente? Mesmo depois de terminares uma refeição? Isso pode ser sinal de: Comer proteína e fibra suficientes, uma boa hidratação e uma boa

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *